Elaboração de estudos para criação de unidades de conservação

Associação Caatinga conta com equipe técnica especializada na realização de estudos específicos para elaboração de propostas detalhadas de criação de Unidades de Conservação (UC), auxiliando o Poder Público no processo de criação de novas UCs. O intuito desse trabalho é auxiliar na promoção da melhoria da qualidade de vida das populações, assegurando a manutenção de serviços ambientais e contribuindo potencialmente para fazer frente ao acelerado processo de degradação da paisagem, que gera o agravamento da desertificação e da insegurança hídrica no semiárido.

A criação de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é um ato voluntário e louvável de proprietários de terras que acreditam na proteção da biodiversidade e no patrimônio ambiental como grandes riquezas do nosso país e da sociedade. Para ajudar proprietários de terras a concretizar este ato, a Associação Caatinga tem como competência auxiliar no processo de identificação da área para criação da RPPN dentro da propriedade e realiza todo o acompanhamento do processo até a publicação da Portaria no Diário Oficial da União.

Através desse Programa a Associação Caatinga auxilia no processo de criação de unidades de conservação públicas e privadas e apoia à elaboração e implantação de planos de manejo. Esse programa também desenvolve estudos para o aumento de incentivos econômicos para proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural, como o pagamento por serviços ambientais, além de manter Reserva Natural Serra das Almas, a maior unidade de conservação particular do estado do Ceará.

Serviços:
• Identificação de áreas para criação da UC e da RPPN;
• Estudos de levantamento da biodiversidade;
• Georreferenciamento e elaboração de diagnóstico ambiental da área a ser convertida;
• Recomendação de categoria;
• Elaboração de mapas e memoriais descritivos;
• Cálculo de custos para criação, implantação e manutenção anual da UC e da RPPN;
• Auxílio no levantamento da documentação necessária;
• Cadastramento e acompanhamento do processo no Sistema Informatizado de Monitoria de RPPN (SIMRPPN).

Resultados:
• 
Parque estadual do Cânion do Rio Poti, saiba mais aqui.
• Parque Estadual Furna do Ossos, Área de Proteção Ambiental Serras da Caatinga e Reserva Biológica Picos da Caatinga (Estudo foi realizado e aprovado pelo estado do Ceará, porém a criação das UCS ainda não foram priorizadas pelo Estado)
• RPPN Reserva Natural Serra das Almas (Crateús)
• RPPN Reserva Cultura Permanente (Aratuba)
• RPPN Belo Monte (Mulungu)
• RPPN Almirante Renato de Miranda Monteiro (Novo Oriente)
• RPPN Passaredo (Pacoti)
• RPPN Neném Barros (Crateús)
• RPPN Gália (Guaramiranga)
• RPPN Luizinho Alencar (Itatira)
• RPPN Cícero Almeida (Apuiarés)
• RPPN Vó Belar (Meruoca)
• RPPN Francisco Braz de Oliveira (Crateús)
• RPPN Ilha Encantada (Aracati)
• RPPN Fonte de Luz (Meruoca)
• RPPN Fazenda Arizona (Quixadá)
• RPPN Samuel Nobre (Morada Nova)
• RPPN Fazenda Belém (Icapuí)
• RPPN Chico Bimbino (Crateús)
• RPPN Olho D’Água do Tronco (Crateús)
• RPPN Elias Andrade (General Sampaio)
• RPPN Serra da Pacavira (Pacoti)
• RPPN Sítio Palmeiras (Baturité)
• RPPN Paulino Veloso Camelo (Tianguá)