Programa de conservação do Tatu-bola e ICMbio se reúnem para discutir PAN para conservação do Tatu Bola

A equipe do Programa de conservação do Tatu-bola foi até João Pessoa – PB para participar de uma reunião com Renata Azevedo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O encontro teve a intenção de discutir as atualizações das atividades do Plano de Ação Nacional (PAN) para conservação do Tatu-Bola.

Ainda nesta oportunidade foram apresentadas as ações realizadas pelo Programa de Conservação do Tatu-bola, com destaque para a proposta de criação da UC na área de abrangência do programa, os estados do Ceará e Piauí. A proposta foi bem aceita e foi solicitado pela Coordenadora Renata Bocorny, que esta fosse entregada formalmente à Coordenação do PAN para que fosse dado o devido encaminhamento.

O Tatu-Bola integra a Lista Oficial das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção na categoria “Em Perigo”. Essa problemática ocorre devido, principalmente, à caça e à destruição de seu hábitat natural. Planejado desde 2014, o “PAN Tatu-Bola” tem como objetivo reduzir o risco de extinção do Tolypeutes tricinctus para a categoria “Vulnerável”, além de avaliar o estado de conservação da espécie.

Para isso, ficaram estabelecido seis objetivos específicos e 38 ações. A coordenação do PAN é feita pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Primatas Brasileiros (CPB) e a coordenação executiva pela Associação Caatinga.

O Programa de conservação do Tatu-bola é realizado pela Associação Caatinga e patrocinado pela fundação grupo Boticário.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀