Projeto Carnaúba Sustentável promove qualidade de vida no sertão caatingueiro

Acesso a tecnologias sustentáveis, educação ambiental que agregue qualidade na relação diária com a Caatinga, e investimento social na cadeia produtiva da carnaúba, eis a tríade que permeou as atividades do Projeto Carnaúba Sustentável, uma iniciativa da Associação Caatinga, em parceria com o SINDCARNAÚBA.

As comunidades do interior do Ceará passam por severos desafios para conseguirem manter-se no clima semiárido, mas essa relação pode ser amenizada com acesso a informações sobre o uso sustentável dos recursos naturais. O Projeto Carnaúba Sustentável trabalhou com três tecnologias: Cisternas de Placas, para armazenamento de água, Fogões Ecoeficientes, para o melhor aproveitamento da lenha e redução de danos do uso do fogão, e Sistema Bioágua que possibilita o reuso das águas cinza, provindas da pia da cozinha, lavanderia e chuveiro, na irrigação das plantas na produção de alimentos.

Partindo de um levantamento socioeconômico com 112 famílias de sete comunidades de Crateús, localizadas no entorno da Reserva Natural Serra das Almas, foram selecionadas 59 famílias para serem beneficiadas com as tecnologias. Ao todo, foram construídas 18 novas cisternas de placas, 37 fogões Ecoeficientes e 04 sistemas de Bioágua nas comunidades de Queimadas, Lagoas, Barro Vermelho, Tapuio, Tabuleiro, Santa Luzia e Pendencia.


Compromisso

Para todas as comunidades trabalhadas, foram oferecidas formações sobre o uso adequado das tecnologias, além de técnicas de manejo sustentável na Caatinga. Um termo de compromisso de manutenção dos equipamentos foi assinado por um representante de cada família participante.

O projeto ainda prevê o acompanhamento dos impactos no uso dessas ferramentas para o contexto da região, sendo a Associação Caatinga a responsável pelas futuras visitas.


Diálogos da Carnaúba

No eixo da educação ambiental e abrangendo o contexto da cadeia produtiva da carnaúba, o projeto promoveu uma série de debates propositivos com os diversos setores interessados, com a finalidade de traçar ações prioritárias para a qualificação sustentável da produção do Estado do Ceará.

Os encontros aconteceram nas cidades de Morrinhos, Jaguaruana, Granja e Aracati, atingindo um público de aproximadamente 270 pessoas. A partir das falas dos participantes, foram colhidos depoimentos e demandas sobre os principais gargalos da cadeia produtiva, posteriormente organizados em eixos temáticos.

O último evento ocorreu em 25 de agosto, na Câmara de Vereadores de Aracati. Após o encerramento dos seminários, os membros da Câmara Setorial da Carnaúba do Ceará se reunirão para validar as linhas de ação prioritárias e para definir os prazos e assumir os compromissos em relação às metas estabelecidas. O Projeto Carnaúba Sustentável começou a ser executado em julho de 2016.