Skip to main content

A Associação Caatinga deu um passo significativo em prol da preservação ambiental e do desenvolvimento sustentável no Ceará com o lançamento do projeto “Caatinga Preservada: ampliando e melhorando a gestão das UCs na Caatinga Cearense”. A iniciativa visa conservar a biodiversidade única da região de Caatinga no Estado do Ceará, fortalecer comunidades locais e promover práticas econômicas sustentáveis.

O projeto tem três objetivos principais: elaborar estudos para a criação de quatro unidades de conservação no Estado; elaborar o plano de visitação do Parque Estadual das Carnaúbas (PEC) e desenvolver um manual de boas práticas para o manejo florestal e extração da palha e da cera da carnaúba no entorno do PEC.

Área de abrangência e benefícios comunitários
O projeto abrangerá o estado do Ceará, mais especificamente a região dos Sertões de Canindé e Tejuçuoca e regiões serranas e de encostas da Serra da Ibiapaba nos municípios de Viçosa do Ceará, Granja e Pacujá.

Um dos enfoques principais do projeto é a conservação do Parque Estadual das Carnaúbas, uma Unidade de Conservação de Proteção Integral localizada entre os municípios de Granja e Viçosa do Ceará. A área tem aproximadamente 13 mil hectares de extensão, foi criada em 2006 e está passando por um processo de readequação de sua poligonal.

Além da conservação do Parque, espera-se que essas iniciativas gerem benefícios para as comunidades locais do entorno da unidade, uma vez que o projeto também tem o objetivo de beneficiar os proprietários rurais, agricultores e trabalhadores da cadeia produtiva da carnaúba que moram na região.

Etapas do projeto
O projeto será realizado em três etapas principais:

  • Elaboração, revisão e atualização dos estudos a realização de consultas públicas para a criação de quatro Unidades de Conservação;
  • Elaboração de um Plano de Visitação e instalação de sinalização informativa no Parque Estadual das Carnaúbas (PEC);
  • Desenvolvimento de um Manual de Boas Práticas para o manejo florestal e extração da palha e cera da carnaúba no entorno do Parque Estadual das Carnaúbas (PEC)

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Outro foco do projeto é aliar o trabalho de conservação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma coleção de 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). O projeto contribui diretamente para cinco Objetivos do Desenvolvimento Sustentável:

  • ODS 8: trabalho decente e crescimento econômico
  • ODS 11: cidades e comunidades sustentáveis
  • ODS 13: ações contra a mudança global do clima
  • ODS 14: vida debaixo da água
  • ODS 15: vida terrestre.

Financiamento e parcerias
O Projeto ‘Caatinga Preservada: ampliando e melhorando a gestão das UCs na Caatinga Cearense’ é realizado pela Associação Caatinga e financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) no âmbito do Projeto Estratégias de Conservação, Restauração e Manejo para a biodiversidade da Caatinga, Pampa e Pantanal (GEF Terrestre), que é coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e tem o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como agência implementadora e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – Funbio como agência executora.

Este esforço conjunto entre instituições governamentais, organizações não governamentais e financiadores demonstra um compromisso compartilhado com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável, destacando a importância da colaboração multifacetada para enfrentar os desafios ambientais e sociais de nossa época.

Foto de capa e destaque: João Rafael