Dia Mundial da Reciclagem e resíduos sólidos na Caatinga

Comemora-se no dia 17 de maio, o Dia Mundial da Reciclagem. Instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura (UNESCO) a data tem finalidade de promover a reflexão sobre questões ambientais e a forma de consumo na sociedade.

O processo de conversão de produtos usados em materiais que podem ser reutilizados para produzir novos itens é o que denominamos de Reciclagem. Dessa maneira, é possível reduzir o consumo de matérias-primas, de utilização de energia, além de evitar a poluição do meio ambiente, a partir do tratamento correto de lixo e a redução da emissão de gases do efeito estufa.

E uma abordagem não muito falada, mas que se concretiza como um problema antigo nas comunidades sertanejas da Caatinga é o descarte correto do lixo. Uma tecnologia social, aparentemente simples, mas que já vem mudando essa problemática nessas regiões é a gestão correta dos resíduos sólidos.

O que são resíduos sólidos?

Os resíduos sólidos (ou lixo) são todos os restos sólidos ou semissólidos de atividades humanas ou não humanas, que não são utilizados. Antes, definidos como algo sem utilidade e sem nenhum valor comercial, hoje, a maior parte desses materiais podem ser reaproveitados para algum outro fim.

Esses resíduos podem ser classificados de acordo com a origem (hospitalar, domiciliares, agrícolas, comerciais, industriais…), tipo de resíduo (reciclável, não reciclável ou rejeito), composição química (orgânicos, inorgânicos) e periculosidade (perigosos, não perigosos ou inertes).

Gestão de resíduos sólidos na Caatinga

A Associação Caatinga através do projeto No clima da Caatinga  patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental e Governo Federal disponibiliza tambores para coleta seletiva de resíduos sólidos colocados em pontos estratégicos e de fácil acesso nas comunidades rurais participantes.

A educação ambiental tem um papel fundamental nesse processo. Através de oficinas e palestras de sensibilização constrói-se um processo informativo e formativo dos indivíduos, visando desenvolver habilidades e modificar atitudes em relação ao meio em que vivem. Impossível pensar em conservação sem pensar em informação e educação. Conheça! Conserve! Preserve!

Gostou e quer saber mais sobre a tecnologia social de gestão de resíduos sólidos e o projeto No Clima da Caatinga? Acessem: www.noclimadacaatinga.org.br e confira notícias e publicações.